Forças Armadas terão 21 mil no Rio durante a Olimpíada, afirma ministro

As Forças Armadas terão um reforço de 3.000 militares na cidade do Rio durante a Olimpíada. Inicialmente, o planejamento previa a utilização de 18 mil homens de Exército, Marinha e Aeronáutica. Agora serão 21.845. Todo o efetivo estará na cidade a partir do dia 24 de julho. Outros 20 mil militares estarão espalhados em cinco capitais que sediarão os jogos de futebol do evento.

O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (6) por Jungman e pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em apresentação no CML (Comando Militar do Leste), no centro do Rio. O aumento do efetivo foi definido a partir de um pedido do governador do Rio, Francisco Dornelles.

O grupo que ficaria restrito a ocupar unidades estratégicas, patrulhamento marítimo e cuidar do espaço aéreo agora ganhou funções na segurança pública. Haverá militares com blindados nas vias expressas usadas pela chamada família olímpica: Linha Amarela, que liga a zona norte do Rio a Barra da Tijuca, na zona oeste, e a TransOlimpica, de Deodoro a Barra.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasília