Doria incluirá Alckmin em programa de TV para tentar reverter desconhecimento

O Governador de São Paulo, assinou convênios entre a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) e o Tribunal Regional Federal da 3° Região para disponibilização de postos de trabalho para os cumpridores de penas e prestação de serviço à comunidade. 24/08/2016 - São Paulo - Foto: Eduardo Saraiva/A2IMG

THAIS BILENKY
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A campanha de João Doria (PSDB) incluirá Geraldo Alckmin nos programas de televisão para tentar reverter o desconhecimento do candidato a prefeito de São Paulo mesmo entre eleitores que aprovam o governador.
Quase duas semanas depois do início do horário eleitoral gratuito, a equipe do tucano identificou, por meio de pesquisas internas, que apenas 30% dos eleitores que avaliam positivamente o governador escolheriam Doria, por desconhecerem sua candidatura.
Padrinho político de Doria, Alckmin entrará nos programas de televisão em cerca de uma semana. Sua participação deverá focar as possibilidades de parceria entre os governos municipal, estadual e federal, caso o empresário seja eleito. O conteúdo ainda não está definido.
O Datafolha mostrou, em 27 de agosto, que Doria, com 5% das intenções de voto e desconhecido pela metade dos eleitores, é vinculado a Alckmin por 19% dos eleitores -65% disseram não saber qual era o nome da preferência do governador.
A expectativa da campanha é que Doria melhore o desempenho com o horário eleitoral gratuito, que começou no dia 26. O PSDB tem o maior tempo de televisão, três minutos e seis segundos nos dois blocos diários de 10 minutos cada e 13 minutos e três segundos diários em inserções.
Na avaliação de integrantes da equipe de Doria, os ataques ao PT, que marcam o seu discurso desde o início da disputa, deveriam dar lugar a propostas e eventualmente a outros candidatos como Marta Suplicy (PMDB).
No entanto, Doria não abandona a tecla antipetista, até para se firmar como alternativa ao “jeito PT de administrar”.
Se mirar Marta, por outro lado, o tucano não necessariamente herdará votos, na avaliação da campanha

Único jornal diário gratuito no metrô