Grupo faz vigília contra a suposta prisão de Lula na porta de prédio

SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP, 17.10.2016: LULA-DENÚNCIAS - Apoiadores do ex-presidente Lula passam a noite da porta do edifício onde o petista mora para impedir eventual ação da Polícia Federal. Um ato de vigília foi marcado pelo Facebook. (Foto: Jorge Araújo/Folhapress)

Manifestantes fizeram uma vigília na madrugada desta segunda-feira (17) em frente ao apartamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo. No auge, o encontro chegou a reunir cerca de 80 pessoas. O evento aconteceu após a divulgação de um boato na internet de que Lula seria preso “a qualquer momento” desta segunda.

A informação, que acabou por não se concretizar, foi divulgada em blogs de esquerda na semana passada. A mobilização foi feita em uma página do Facebook. No entanto, os mais de 2.500 usuários que manifestaram interesse no evento não compareceram à vigília. Apoiadores do ex-presidente levaram bandeiras do PT e acenderam velas. A assessoria de imprensa de Lula não soube dizer se ele estava em casa durante o ato.

Lula é réu em três ações na Justiça Federal – duas em Brasília e uma em Curitiba. O ex-presidente foi denunciado sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo a contratação, pela Odebrecht, de uma empresa de Taiguara Rodrigues, parente do petista. Lula também é suspeito de tentar impedir a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e de ter se beneficiado de obras de um apartamento em Guarujá (SP) em troca de apoio à empreiteira OAS.