Elano pode assumir função de auxiliar técnico em 2017

O Santos já definiu o futuro do meia Elano para a temporada 2017. O experiente meia encerra seu contrato com o clube paulista em dezembro deste ano, mas deve permanecer na Vila Belmiro em outra função. A ideia da diretoria santista é deslocar Elano para trabalhar na comissão técnica.
A reportagem apurou que Elano passará a exercer a função de auxiliar que pertencia a Marcelo Fernandes, técnico campeão paulista pelo clube em 2015 e que foi afastado do cargo após desentendimento com o técnico Dorival Júnior.
Em relação a Marcelo Fernandes, o clube ainda não definiu o futuro do ex-auxiliar de Dorival. Inicialmente, a diretoria santista anunciou que ele passaria a trabalhar nas franquias de escolinhas do clube na China. No entanto, Fernandes foi liberado para fazer estágio no Barcelona, da Espanha.
Elano, por sua vez, ainda não divulgou se encerrará a carreira no fim do ano. No entanto, o meia já sabe dos planos da diretoria em relação ao seu futuro.
O meia, na verdade, já exerce a função de auxiliar de forma não oficial. Elano pouco joga, mas ajuda bastante nos bastidores. Ele orienta os atletas mais jovens em relação a comportamento e até em treinos técnicos, principalmente em bolas paradas -cobranças de faltas e escanteios.
Além disso, Elano é bastante atuante durante os jogos no banco de reservas. Ela orienta atletas e, principalmente, discute com adversários e árbitros.
No clássico contra o Palmeiras, no último sábado, na Vila Belmiro, Elano discutiu de forma ríspida com o técnico Cuca. Na saída de campo, ele amenizou a polêmica ao dizer que “faz parte do jogo”.
Caso Elano não aceite a função de auxiliar para 2017, o Santos já tem uma segunda opção: dirigente nas categorias de base do clube. Neste caso, ele seria o “novo Zito” da Vila Belmiro. O ex-volante do Santos, da época de Pelé, teve papel de extrema importância na revelação de jovens talentos -entre eles, Robinho, Neymar, Ganso e Gabigol.
Elano já vestiu a camisa do Santos em 319 partidas e marcou 68 gols. Além dos títulos brasileiros, o meia foi campeão da Copa Libertadores da América de 2011, e paulista em 2011, 2012, 2015 e 2016.

SAMIR CARVALHO
SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS)