Policiais e aposentados invadem Alerj em protesto contra governo

static_qr_code_without_logo

Servidores e aposentados do Estado do Rio ligados às áreas de segurança ocuparam na tarde desta terça-feira (8) o prédio da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio) em protesto contra o pacote de medidas de ajuste fiscal proposto pelo governo do Estado.

O protesto foi organizado por associações de policiais civis, mas teve a presença também de policiais militares, categoria que devido o caráter militar é proibida de participar de manifestações.

Na segunda-feira (7), o comandante-geral da PM no Rio, coronel Wolney Dias, afirmou que os policiais de folga estariam liberados para participar do protesto, que começou no fim da manhã desta terça.

Servidores da segurança são contra as medidas propostas pelo governo. Entre as que encontram maior resistência no funcionalismo é a que eleva para 30% as alíquotas de contribuição com a Previdência, além do fim da gratificação por tempo de serviço. Também está previsto no pacote o congelamento de reajustes de bombeiros e policiais militares até 2020.