Tema de redação do Enem vazou antes do início da prova, diz polícia

static_qr_code_without_logo

Dois candidatos ao Enem foram presos em flagrante neste domingo (6) portando registros do tema da redação. Os casos ocorreram em Macapá e Fortaleza. Na capital cearense, foi detido um homem com ponto eletrônico e o texto da redação, sobre o tema intolerância religiosa, pronto para ser transcrito. Segundo a delegada federal Fernanda Coutinho, coordenadora regional de segurança do exame, ele já tinha tido acesso ao gabarito e ao tema da redação antes do início das provas.

“Ele entrou no local de prova com o rascunho da redação feito no bolso da calça e ponto eletrônico. Por volta de 11h, 11h30, recebeu uma mensagem no celular com o gabarito da prova”, afirmou.

Segundo ela, o setor de inteligência da Polícia Federal soube da intenção do candidato de fraudar o exame e, por isso, agentes foram enviados ao local. Com 34 anos, o candidato foi identificado como secretário de Saúde de um município vizinho. Deve responder por crimes contra a fé pública, o patrimônio e a paz pública, entre outros, informou a Polícia Federal.

No total, 11 pessoas foram detidas no domingo. Eram candidatos do Enem que estavam com ponto eletrônico, que permite fraudar a prova.