Bloquinhos, oficinas de lançador de confetes e de máscaras e matinês são algumas das atrações para o carnaval de SP

As Instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo prepararam uma programação especial para o Carnaval. São oficinas, exposições, contação de histórias e bloquinhos carnavalescos. Confira os destaques da programação:

O Museu do Futebol terá nos dias 25, 26 e  28 oficinas de confecção de máscaras de Carnaval com sacolas de papelão e de lançador de confetes. Os participantes poderão brincar com os lançadores após confeccioná-los e levá-los para casa.

No dia 24 de fevereiro, a Oficina Cultural Casa Mário de Andrade realiza, a partir das 18h00, o Bloquinho do Mário. Com repertório do Grupo Cirandar e do compositor Magno Camilo, o bloquinho promete resgatar o samba proveniente das senzalas e terreiros batizado na década de 1930 como “samba rural”. Os destaques ficarão por conta das marchinhas “Ô Abre Alas”, de Chiquinha Gonzaga; “A Jardineira”, de Benedito Lacerda e Humberto Porto;
“Mamãe Eu Quero”, de Vicente Paiva e Jararaca e muitas outras. Além dos clássicos, os foliões poderão conferir também a inédita “Marchinha do Mário”.

Já a Oficina Cultural Oswald de Andrade apresenta nos dias 21 e 24 de fevereiro, às 20h00, o espetáculo Prelúdio, de Marcos Sobrinho, criado a partir de um poema sonoro de uma bateria de escola de samba. A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência. São 30 lugares e a classificação é de 14 anos.

As Fábricas de Cultura também preparam uma super programação para quem quer pular o carnaval de um jeito diferente.  No dia 24 de fevereiro às 15h00, a unidade Vila Curuçá realiza uma matinê de Carnaval embalada por percussão, metais e DJ. Já a unidade de Cidade Tiradentes promove, no dia 25, às 11h00, uma oficina de máscaras de Carnaval com materiais
recicláveis. No mesmo dia e horário, a Fábrica de Itaim Paulista realiza um jogo de memória sobre carnaval, baseado no livro “Almanaque do Carnaval”, de André Diniz.

A festa continua nas unidades das zonas norte e sul da capital. Na Brasilândia, o feriado popular é tema de um sarau com marchinhas e poesias, às 15h00, no dia 24. No Capão Redondo, o CarnaJovem, com os Foliões da Quebrada, será às 18h00. Na unidade do Jaçanã também na sexta-feira, 24, às 16h00, é a vez do Baile de Carnaval, que se repete dia
25 no Jardim São Luis, às 17h00. Por fim, no dia 26, a Fábrica de Vila Nova Cachoeirinha promove seu tradicional baile de carnaval infantil, às 15h00. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público.