Tucuruvi recebe o primeiro grafite de programa patrocinado por Doria

O bairro do Tucuruvi, na zona norte de São Paulo, recebeu neste domingo o primeiro grafite patrocinado pelo programa MAR (Museu de Arte de Rua) do prefeito João Doria (PSDB). Ao todo, oito grupos vão receber até R$ 40 mil para tocar os projetos.

O primeiro mural foi feito na rua Moacyr Vaz de Andrade pelo coletivo O Olho da Rua. Vinte artistas participarão da atividade, sendo que cada um escolherá um aprendiz da própria comunidade para participar do processo. Durante o evento, o próprio prefeito fez um grafite diante de câmeras de TV e fotógrafos.

O programa foi anunciado pela gestão Doria em janeiro, depois de o prefeito receber críticas de artistas urbanos e ser vaiado no aniversário de São Paulo por pintar de cinza paredes com pichações e grafites, principalmente, os da avenida 23 de Maio, ação que ele depois admitiu ter mal avaliado.

Ao todo, 23 projetos se inscreveram e oito foram selecionados, sendo quatro de grupos com, no mínimo, seis integrantes, que contarão com uma verba de R$ 40 mil, e outros quatro de, no mínimo, três artistas, receberão R$ 10 mil. Os valores serão para pagamento dos artistas, materiais, equipamentos, registro.

Além do Tucuruvi, haverá obra na rua dos Pedreiros, 79, em Cidade Tiradentes; nas pilastras do viaduto Aricanduva; em um muro da estação Palmeiras/Barra Funda do metrô, na avenida Auro Soares de Moura Andrade; na escola municipal Edgard Cavalheiro, na Vila Mesquita; no centro de educação Jardim Verônica, em Ermelino Matarazzo; na praça Christina Boemer Roschel, na Cidade Ademar; e no CEU Jaguaré.