Após semana de frio recorde, SP deve ter mais dias de calor e o tempo seco

SAO PAULO, SP, 23.07.2017: IBIRAPUERA-SP - Movimentacao no Parque do Ibirapuera, na zona sul da cidade, neste domingo (23). (Foto: Marco Ambrosio/Codigo19/Folhapress)

Após a passagem da maior onda de frio dos últimos quatro anos, a região metropolitana de São Paulo voltou a ter sol neste final de semana. A temperatura média chegou a 25,6°C e a umidade ficou próxima dos 30% na capital paulista neste domingo (23).

Com isso, o paulistano deixou as blusas e cachecóis pelos shorts e óculos escuros. Gramados do Parque Ibirapuera (zona sul) ficaram cheios de pessoas tomando sol e bicicletas e patins voltaram a tomar conta da Paulista (centro).

Segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência), da prefeitura, essa mudança no tempo acontece por conta de um bloqueio atmosférico que evita a entrada de nuvens na região. Com isso, ficam frias as madrugadas e manhãs, enquanto as tardes ficam ensolaradas e com temperaturas acima da média.

Apesar da temperatura média apontada pelo órgão neste domingo, algumas áreas de São Paulo tiveram temperaturas ainda mais elevadas durante a tarde deste domingo, como Butantã (30,8°C), Campo Limpo (29,4°C) e Pinheiros (27,9°C). As mínimas variaram de 10°C a 15°C a depender da região.

O tempo não deve mudar nos próximos dias, com os termômetros marcando entre 13°C e 27°C. O CGE afirma ainda que a umidade poderá ficar abaixo dos 30%, o que carateriza estado de atenção, aumentando as chances de propagação de queimadas e a concentração dos poluentes no ar.