Juíza morreu com desabamento de viaduto na avenida do Estado

O acidente de domingo (10) foi o terceiro por excesso de altura de caminhões ou de ônibus que tentaram passar por túneis ou viadutos em 21 dias em São Paulo.
No início deste mês, um motorista de um caminhão-guindaste teve o braço dilacerado quando tentava retirar uma carreta entalada sob um viaduto de Guarulhos (Grande SP). A suspeita da perícia é de que a viga, que protegia o viaduto e informava a altura máxima, se soltou após a colisão.
Em novembro, a juíza Adriana Nolasco da Silva, 46, morreu após o seu carro ser atingido por uma estrutura de concreto que se soltou do viaduto da Fepasa, na avenida do Estado, no Bom Retiro (região central). A causa foi um caminhão com excesso de altura que se chocou com a parte de baixo da estrutura. Fragmentos caíram sobre o carro da magistrada, no banco de passageiros, que teve o crânio fraturado.

(Folhapress)
Foto: Folhapress