Dirceu diz a militantes do PT que 24 de janeiro será o ‘dia da revolta’

Condenado pela Lava Jato, o ex-ministro José Dirceu conclamou militantes petistas a instituir em 24 de janeiro o “dia da revolta”.
O Tribunal Federal Regional da 4ª Região marcou o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tríplex para esta data.
Em mensagens, Dirceu afirmou, nesta quarta-feira (13), que “a hora é de ação, não de palavras”.
Na mensagem, Dirceu sugere que se transforme em energia “a fúria e revolta, a indignação e mesmo o ódio”.
Ele sugere ainda que sejam criados comitês em defesa de Lula, para, em suas palavras, “desmascarar e combater a fraude jurídica e o golpe político”.

(Folhapress)
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil