Doria diminui ciclovia para criar 44 vagas de Zona Azul

A rua Líbero Badaró (região central de SP) acaba de ganhar 44 vagas para estacionamento de carros às custas da largura de uma ciclovia que passa pelo local.
Com o projeto da gestão João Doria (PSDB), a rua passou a ter duas, e não mais três, faixas de rolamento, uma “faixa” para o estacionamento de veículos na Zona Azul e a ciclovia.
A pista de bicicletas tinha, em média, 2,70 m de largura. Agora, tem 1,80 m, mais 90 cm de área pintada para servir de proteção para que as portas dos carros não atinjam os ciclistas na hora de serem abertas.
No “Manual de Sinalização Urbana da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego)”, ciclovias bidirecionais (com os dois sentidos, caso da Líbero Badaró) que tenham tráfego de até mil bicicletas/ hora têm de ter largura de pelo menos 2,25 m. No mesmo manual, admite-se, em situações excepcionais, largura mínima de 2 m.
O estrangulamento da ciclovia ocorre em meio a ações da gestão Doria para incentivar o uso de bikes na região central. Uma delas é a Sexta sem Carro, que, na última sexta-feira de cada mês, proíbe a circulação de carros, das 6h às 18h, em uma área do centro.
“É péssimo. Diminuíram uma faixa de rolamento. O trânsito vai ficar maior. Eu evito o quanto posso pegar passageiros nesta região”, afirmou o motorista de aplicativo Celso Ramos, 41.
O entregador Alexandre Ferreira, 24, teme acidentes com a nova Zona Azul.
“É uma ciclovia boa em comparação com as outras. As pessoas só precisam tomar cuidado ao abrir as portas dos carros e não causar acidentes com os ciclistas”, diz.

RESPOSTA
A Secretaria de Mobilidade e Transportes da gestão João Doria (PSDB) diz que a criação de vagas de Zona Azul na Líbero Badaró atende a uma reivindicação dos comerciantes da região. Segundo a secretaria, eles reclamavam da escassez de estacionamentos na rua. Em nota, a pasta diz que o tamanho da nova ciclovia é adequado para permitir que a ciclovia tenha mão dupla. A secretaria diz também que aumentou a segurança dos ciclistas ao fazer a conexão com o viaduto do Chá, em frente à sede da prefeitura, e que a Líbero Badaró ganhou vagas especiais para deficientes e idosos.

(Folhapress)
Foto: Divulgação