Renato Gaúcho comemora 3 anos no Grêmio e sonha com mais títulos e recordes da equipe

Já se passaram mais de três anos desde que Renato Gaúcho assinou o primeiro contrato como treinador do Grêmio. Neste período, ele foi responsável pela conquista de cinco títulos e um vice-campeonato mundial. O técnico é o único na Série A com tanto tempo no cargo, e essa união bem-sucedida não parece estar nem um pouco perto de ter um fim. Apenas a Seleção Brasileira é capaz de seduzir o antigo jogador, que pouco fala sobre a possibilidade e só pensa em levantar mais taças.

Os três anos de Grêmio foram comemorados no dia 19 de setembro, quando o próprio treinador escreveu uma carta de agradecimento por tudo o que a torcida e o clube proporcionaram. A conquista da Copa Libertadores, em 2017, foi um dos auges em todo esse período. São mais de 300 jogos no cargo e alguns recordes quebrados em meio a muitos bons momentos do Tricolor.

Renato Gaúcho já é o treinador que ficou mais tempo no comando da equipe. Ele inclusive desbancou o histórico time de Felipão, que entre 1993 e 1996 conquistou quase tudo com o Grêmio, marcando uma era. Agora, entretanto, só se fala no atual treinador como o maior ídolo do time gaúcho. A expectativa é de que neste ano de comemorações e recordes mais conquistas e taças apareçam.

Essas conquistas, no entanto, não devem vir com facilidade. Após um início ruim no Campeonato Brasileiro, o Grêmio precisou recuperar alguma distância e terminou o 1º turno em desvantagem quanto aos líderes da tabela. Os prognósticos para o Brasileirão Série A colocam o Flamengo e o Palmeiras como protagonistas na corrida pelo título, enquanto o Tricolor corre apenas por uma vaga no G6. Mas o time já mostrou que, com Renato Gaúcho, gosta de desafiar números e previsões.

Libertadores e Seleção

O principal objetivo da temporada, principalmente para o treinador, é conquistar mais uma vez a Copa Libertadores. Ao conquistar pela quarta vez essa taça, o Grêmio se tornaria o time brasileiro mais bem-sucedido no torneio continental. A disputa contra o Flamengo, equipe que tem sido elogiada pelo trabalho com Jorge Jesus, será um duelo de gigantes. Tudo por uma vaga na final, que será contra o vencedor de River Plate e Boca Juniors.

Tendo a taça da Libertadores como objetivo, Renato Gaúcho parece viver uma lua de mel eterna com a torcida do Grêmio. Porém, existe apenas uma coisa que pode acabar com tudo isso: a Seleção Brasileira. Após o fracasso de Tite no Mundial de 2018, o nome do atual tricolor cresceu na mídia e ele admitiu o interesse de um dia assumir o cargo. Uma notícia boa para os brasileiros em geral, mas ruim para os gremistas.

Isso, no entanto, não deve acontecer tão cedo. A Seleção Brasileira segue firme e forte com o atual treinador e só deve promover uma troca antecipada se ocorrer algum problema grave. O contrato de Tite se encerra em 2022, logo após a Copa do Mundo. Sendo assim, o Grêmio pode ficar tranquilo até lá, pois Renato Gaúcho não vai a lugar algum. O time, por sua vez, pode ir longe, principalmente com os excelentes números do treinador até aqui.