Dois torcedores do Santos morrem após briga com palmeirenses no ABC paulista

Dois torcedores do Santos morreram após confusão com palmeirenses em um posto de combustível no Jardim Zaíra, bairro da cidade de Mauá, no ABC paulista, região metropolitana de São Paulo. A confusão aconteceu por volta das 22 horas deste domingo Três homens foram presos e confessaram a participação no crime

De acordo com informações da TV Bandeirantes e da Globo, testemunhas disseram que um grupo de torcedores do Palmeiras estava reunido em uma avenida quando santistas apareceram e teve início uma briga generalizada no local. Já integrantes da torcida santista disseram que eram eles que estavam no posto e foram atacados pelo rival.

Os torcedores das duas equipes trocaram agressões com barras de ferro, pedaços de madeira e garrafas. Vários torcedores ficaram feridos na confusão.

Em um determinado momento, um torcedor do Palmeiras sacou uma arma de fogo e atirou contra os santistas. Três foram atingidos, sendo um apenas de raspão. Os outros dois não resistiram aos disparos e morreram a caminho do hospital. Um deles é Higor Matias Toledo e a polícia não confirmou o nome do outro torcedor

A Polícia Militar conseguiu localizar três palmeirenses envolvidos na confusão. Eles estavam em um carro que foi abordado pela PM. O trio confessou a participação no crise e nos disparos. Foram presos e levados para a delegacia, mas a arma não foi localizada.

Em depoimento, os palmeirenses disseram que estavam em menor número na confusão e resolveram atirar como forma de defesa. O caso está sendo investigado no 1.º DP de Mauá e após ouvir testemunhas e os participantes da confusão, o delegado irá identificar qual torcida deu início à confusão.

Palmeiras e Santos se enfrentam neste domingo, no estádio do Morumbi, em São Paulo. O clube alviverde venceu por 2 a 1, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que, em razão da pandemia do novo coronavírus, os jogos estão sendo disputados sem a presença de torcedores.