Mônica Calazans, primeira pessoa vacinada no Brasil, recebe segunda dose da Coronavac

A enfermeira Mônica Calazans recebeu, na tarde desta sexta-feira (12), a segunda dose da vacina contra o coronavírus. Ela havia recebido a primeira imunização no dia 17 de janeiro, quando a Anvisa autorizou o uso da Coronavac no Brasil.

A enfermeira de 54 anos estava acompanhada por Doria e pelo padre Júlio Lancellotti, com 72 anos, que também foi vacinado por trabalhar com moradores de rua.

“É a vacina de São Paulo, é a vacina do Brasil. E é o que estávamos esperando, realmente, para sair dessa prisão que todos nós estamos vivendo”, acrescentou Mônica.

Ao tomar a palavra, Mônica reclamou de perseguição após ser imunizada. “Eu sou enfermeira, tenho muito orgulho de tudo isso. Não sou atriz, sou enfermeira. Com tantas mortes, não existe atuação teatral. É uma realidade que todos nós estamos vivendo. Estou aqui pelos brasileiros, tomei a vacina do Butantan com muito orgulho”, afirmou.