Share
Bandidos usam pedras falsas para lançar drogas e celulares em presídio de SP

Bandidos usam pedras falsas para lançar drogas e celulares em presídio de SP

Agentes do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Mongaguá, no litoral sul de São Paulo, apreenderam drogas e celulares que estavam “disfarçados” de pedras e pedaços de obras na área externa da unidade.
De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária, a apreensão aconteceu durante uma inspeção de rotina na manhã de quarta-feira (11).
Para tentar driblar a segurança, celulares e drogas eram envolvidos em gesso e em um pedaço de cano para simular pedras e restos de obras. Em seguida, eram lançados na horta do presídio para serem apanhados pelos presidiários.
Celulares apreendidos no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Mongaguá, litoral sul de São Paulo. Divulgação/SAP Celulares apreendidos no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Mongaguá Entre os itens apreendidos estavam 21 celulares, 174 adesivos de LSD e 47 porções de maconha que somavam quase meio quilo da droga. Também foram encontrados peças e acessórios diversos para celular, como baterias, fones de ouvido e carregadores.
A direção do presídio abriu procedimento interno para investigar o caso. Também registrou boletim de ocorrência na delegacia de polícia da cidade, para onde levou o material apreendido.
Até o momento, ninguém foi detido pela ação.

(Folhapress)
Foto: Divulgação/SAP

Deixe seu Comentário