Share
Delegado da PF é baleado no Morumbi durante tentativa de assalto

Delegado da PF é baleado no Morumbi durante tentativa de assalto

Um delegado da Polícia Federal foi baleado durante uma tentativa de assalto na manhã desta segunda-feira (14), no bairro Morumbi, região nobre da zona oeste da capital paulista.
Segundo a Polícia Militar, ao menos dois suspeitos invadiram a casa do agente, localizada em uma travessa da avenida Morumbi, por volta das 7h.
Ao perceber uma movimentação estranha, a vítima atirou contra os suspeitos. Na troca de tiros, o delegado e mais um ladrão foram baleados.
Policiais militares fizeram o cerco e conseguiram deter os ladrões. A ação contou com o apoio do helicóptero Águia, da corporação.
O delegado da PF foi encaminhado para o Hospital Albert Einstein e ainda não se sabe o estado de saúde dele. O suspeito baleado também será levado para um hospital.
À reportagem, a assessoria de imprensa da Polícia Federal havia informado que a vítima estava aposentada, mas, logo depois, a informação foi corrigida pela instituição. O delegado vítima da tentativa de assalto trabalha na Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários.
A casa invadida ladrões fica bem ao lado do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, e recebeu uma grande leva de policiais militares. Uma das faixas da avenida Morumbi foi bloqueada para o atendimento da ocorrência.

DEZ MORTOS
Em setembro do ano passado, dez ladrões morreram após uma tentativa de assalto a uma casa na região do Morumbi. Os criminosos faziam parte de uma quadrilha especializada em assaltos a casas de luxo no bairro, segundo informou a Polícia Civil.
Os suspeitos foram abordados por policiais quando saíam de uma residência na rua Pureus. Dentro da casa havia três adultos e uma criança. Os suspeitos morreram durante intensa troca de tiros com policiais.
Nenhum policial morreu no tiroteio, mas quatro acabaram levemente feridos por estilhaços. Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações) e do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) participaram da operação, que usou carros descaracterizados.

(Folhapress)
Foto: Reprodução / TV Globo

Deixe seu Comentário