Share
Com o Dia dos Pais, vendas do varejo em São Paulo deverão ter alta de 4%

Com o Dia dos Pais, vendas do varejo em São Paulo deverão ter alta de 4%

O comércio varejista no Estado de São Paulo deve crescer 4% em agosto em comparação ao mesmo período de 2017. No mês que é comemorado o Dia dos Pais, o faturamento real do setor pode atingir R$ 55,5 bilhões, segundo estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, a data tende a movimentar setores específicos do varejo. As lojas de vestuário, tecidos e calçados, por exemplo, tendem a ser as mais procuradas para a compra do presente, mas devem apresentar ligeira queda de 2% nas vendas em relação a agosto de 2017. Essa é a única atividade com projeção negativa para o mês.

Em contrapartida, os segmentos de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (20%) e de lojas de móveis e decoração (11%) devem apontar as maiores taxas de crescimento na mesma base comparativa.

Segundo a FecomercioSP, o Dia dos Pais tende a ser uma data com volume de vendas bem inferior a outras, como Dia das Mães e Natal. Além disso, agosto é um dos meses mais fracos para o varejo no segundo semestre. Outro fator a ser considerado é a sazonalidade, já que, tradicionalmente, as vendas do setor de vestuário caem em relação ao mês de julho.

Por fim, agosto é o mês subsequente às férias, quando as famílias gastaram com viagens ou qualquer outro tipo de recreação ou atividade, o que implica redução da capacidade de consumo.

Foto: Reprodução

Deixe seu Comentário