Share
Policiais prendem traficantes de  animais silvestres na Grande SP

Policiais prendem traficantes de animais silvestres na Grande SP

O Policiamento Ambiental e a Polícia Civil do Estado de São Paulo detiveram, nesta segunda-feira (11), três traficantes de animais silvestres em Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo. Com o trio, os agentes de segurança encontraram 208 exemplares: 66 eram pequenos primatas do gênero Callithrix, enquanto o restante consistia em pássaros de várias espécies.

Os animais foram localizados em compartimentos minúsculos, sem água e alimento, em condições precárias. Os policiais constataram a morte de onze aves – uma delas agonizava no momento da vistoria e recebeu atendimento, porém não sobreviveu.

“Muitos animais são transportados de maneira totalmente inadequada, por causa do espaço, e em longas distâncias. Para não fazerem barulho, os pássaros podem ser sedados, ficando sem ar, comida e ventilação”, explica o Tenente Guedes, que atua no Comando de Policiamento Ambiental.

“Ações do tipo são importantes para conscientizar os cidadãos, indicar que se trata de algo errado e mostrar o sofrimento dos animais”, acrescenta. Os traficantes foram autuados em R$ 2 milhões em decorrência dos maus-tratos causados, mas devem responder pelos crimes em liberdade, como determina a lei. Crueldade contra os animais é comum no crime do tráfico da fauna. De acordo com estimativas, de dez exemplares retirados da natureza, apenas um chega às mãos do consumidor final.

Foto:Divulgação

Deixe seu Comentário