Acordo garante segurança para jogos de futebol da Olimpíada em São Paulo

EQUIPES – Segundo Geraldo Alckmin, as delegações dos Estados Unidos, China, Alemanha e Israel já confirmaram que farão aclimatação em São Paulo para os Jogos Olímpicos.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, assinaram nesta terça-feira (28) acordos de cooperação na área de segurança para as dez partidas de futebol que serão disputadas na capital paulista durante os Jogos Olímpicos 2016. Os acordos também preveem um plano de segurança para as delegações que ficarão hospedadas em São Paulo durante os jogos e para a passagem da tocha olímpica em algumas cidades do estado.

“Recebemos o plano tático para os trabalhos dos Jogos Olímpicos e, também, o percurso da tocha olímpica aqui no estado de São Paulo e assinamos convênios importantes, no valor de R$ 12,5 milhões, que incluem desde veículos até equipamentos de inteligência, toda parte de comunicação, proteção, veículos raio-X e scanner”, disse Alckmin. O governador deu em entrevista na sede do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), local em que há um centro de controle e monitoramento de segurança que será usado durante os jogos.

Esses equipamentos, que serão utilizados durante a Olimpíada, serão depois transferidos para uso da Secretaria de Administração Penitenciária e da Secretaria de Segurança Pública, disse o ministro da Justiça. “Depois dos Jogos Olímpicos, eles [equipamentos] ficarão em São Paulo. É um legado pelo apoio e auxílio que o governo de São Paulo vem dando ao governo federal”. Os scanners e portais que serão utilizados no estádio serão depois transferidos para as penitenciárias do estado, informou Moraes.

São Paulo vai sediar seis partidas de futebol masculino e quatro de futebol feminino na Arena Corinthians. “Tivemos um excelente resultado por ocasião da Copa do Mundo e estamos bastante preparados para os Jogos Olímpicos aqui em São Paulo”, assegurou Alckmin.

Foto: Newton Menezes/Folhapress