Zona leste ganha campus universitário e instituto profissionalizante federais

PARCERIAS – Novas unidades abertas em Itaquera e em São Miguel Paulista são resultado de parceria com a Prefeitura de São Paulo, que cedeu terreno e prédios

A zona leste da capital ganhou na sexta-feira (1º) um campus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), instalado em Itaquera, e uma escola do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, em São Miguel Paulista. A abertura das unidades é resultado de uma parceria entre governo federal e Prefeitura, que cedeu terreno e prédios.

Para a Unifesp instalar-se na zona leste, a prefeitura cedeu um terreno de 173 mil metros quadrados, que foi desapropriado com investimentos de R$ 64 milhões. A primeira etapa de funcionamento do campus é a abertura do centro de cultura e extensão, que oferecerá cursos do projeto Núcleo de Formação Sociocultural do Ministério da Cultura.

Serão 200 vagas nas áreas de figurino, cenotécnica, dramaturgia, aproximação do universo museal, o teatro e o corpo e mapeamento social. As inscrições serão abertas pela universidade na internet.

O edifício também receberá um polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e um espaço para preservação e pesquisa relacionada à memória da zona leste. Passa ainda a sediar o Observatório de Política Públicas da Zona Leste, além de quatro grupos de trabalho e pesquisa.

O campus está em instalação no terreno da antiga fábrica Gazzarra.

Além da inauguração do centro de cultura e extensão da Unifesp, a prefeitura firmou o acordo de cooperação que permite a abertura de uma nova unidade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) em São Miguel Paulista. A escola oferecerá cursos de nível técnicos e superior voltados a formação profissional.

Foto: Fábio Arantes/Secom

Único jornal diário gratuito no metrô