Reintegração de posse na zona sul de SP termina em confronto com policiais

AÇÃO – Cerca de 500 famílias foram expulsas de um terreno de propriedade da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), que entrou com a ação na Justiça

O cumprimento de uma ordem judicial na Estrada do Alvarenga, às margens da represa Billings, na Zona Sul de São Paulo, terminou em confronto entre moradores do locais e policiais militares e bombeiros. A ação de reintegração de posse ocorreu na manhã desta quinta-feira (11). Cerca de 500 famílias foram expulsas de um terreno de propriedade da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), que entrou com a ação na Justiça. A ocupação na área ocorreu no final de junho. O terreno, que tem 38.000 m2 é uma área de preservação ambiental.

Durante a reintegração, os representantes das famílias pediram à polícia que desse mais tempo para deixar o local e ganham mais duas horas para retirar os pertences dos barracos. A EMAE disponibilizou transportes e um espaço na empresa para guardar os pertences de quem não tinha para onde ir e cerca de 80 policiais militares acompanhavam a movimentação.

Algumas pessoas protestaram pedindo moradia, ateando fogo em pedaços de madeira e sofás, outras atacaram bombeiros e policiais atirando pedras, mas, em seguida, a situação se acalmou.

Único jornal diário gratuito no metrô