Na av. Paulista, manifestantes comem ‘bolo do impeachment’

SÃO PAULO,SP,31.08.2016:PROTESTO-IMPEACHMENT-DILMA-FESTA - Protesto em comemoração ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, na Avenida Paulista em São Paulo (SP), nesta quarta-feira (31). Pessoas supostamente contrárias ao afastamento de Dilma, que passavam pelo acampamento verde e amarelo eram ofendidas pelo pessoal. (Foto: J. Duran Machfee/Futura Press/Folhapress)

No momento em que os senadores votavam pela cassação da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), nesta quarta-feira (31), cerca de 50 manifestantes que estão acampados desde 16 de março na frente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo) acendiam velas sobre um bolo com a bandeira do Brasil desenhada à base de baunilha e chocolate.

Gritavam “Fora, Dilma” e “Lula na prisão” sobre a faixa de pedestres a cada semáforo fechado naquele ponto da avenida Paulista. A resposta vinha dos carros cujas buzinas eram acionadas efusivamente. Aquele trecho da via foi batizado pelos manifestantes como o QG do impeachment desde que o processo foi aberto no Congresso.

Único jornal diário gratuito no metrô