Após “calor da primavera”, São Paulo terá final de semana de chuva

SÃO PAULO, SP, 29.08.2016: CLIMA-SP - Termômetros passam da marca de 30ºC nesta tarde na avenida Paulista. De acordo com o aferido pelas estações meteorológicas automáticas do CGE às 11h35, os termômetros variam em torno dos 28°C e as taxas de umidade são maiores que 34%. A máxima esperada para hoje é de 32°C e não há previsão de chuvas. (Foto: Dario Oliveira/Codigo19/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O sol e o calor que deram um gostinho de verão para o paulistano em pleno agosto no último final de semana não voltarão a aparecer no primeiro sábado e domingo de setembro.
Este final de semana será cinza e chuvoso em grande parte do Estado e também na capital paulista. No final da tarde desta sexta-feira (2), um sistema de baixa pressão formado em Mato Grosso do Sul gerando instabilidade avançará sobre o oeste do Estado de São Paulo, levando chuva generalizada para as regiões próximas a Ribeirão Preto, segundo a previsão do Climatempo. Na capital, a mínima prevista é de 15º C, e a máxima, de 22º C.
A chuva deve chegar à capital paulista somente no sábado. O sol aparece durante a manhã e começo da tarde, mas escondido entre muitas nuvens. Pancadas isoladas de chuva começam no final da tarde. A mínima prevista para o sábado também será de 15º C. Já a temperatura máxima atingida durante o dia aumentará um pouco devido ao sol, chegando aos 24º C.
No domingo a chuva se intensifica, segundo a previsão, podendo haver precipitação generalizada em qualquer horário do dia. A mínima será de 16º C, e a máxima, de 26º C.
O clima ameno e chuvoso deverá permanecer no início da semana e se estende até a quarta-feira (7), quando a temperatura começa a subir gradativamente.
ÁGUAS DE AGOSTO
Apesar de ser um mês tipicamente mais seco, agosto deste ano foi o terceiro mais chuvoso desde 1995. Somente no dia 21 a cidade acumulou 30,9 mm de chuva, índice que supera o esperado para todo o mês.
Agora em setembro, mês cuja média histórica de precipitação é maior, os índices pluviométricos deverão subir gradativamente, segundo meteorologistas ouvidos pela Folha, assim como a temperatura. A máxima média prevista para o mês é de 25,5º C, e a média mínima é de 15º C.

Único jornal diário gratuito no metrô