Governo quer aumentar limite de jornada de trabalho diária para 12h

A reforma trabalhista que está sendo desenhada pelo governo Temer vai propor o aumento de 8 horas para 12 horas o máximo permitido para a jornada de trabalho diária, já considerando as horas extras. A informação foi dada nesta quinta (8) pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. O limite semanal, no entanto, continuará de 48 horas (44 horas + 4 horas extras). Além disso, o governo vai sugerir a permissão para que sejam feitas contratações por hora trabalhada. Nesse caso, o mesmo trabalhador poderá prestar serviço a mais de uma empresa, mas não poderá ultrapassar o limite de 48 horas semanais de trabalho.