Em nova política, Petrobras reduz preços de gasolina e diesel

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (14) que baixará o preço dos combustíveis a partir deste sábado (15). A empresa divulgou em fato relevante redução de 2,7% no preço do diesel e de 3,2% no da gasolina.
A estatal anunciou também mudança de sua política de formação de preços.
Um grupo composto por membros da diretoria avaliará os preços praticados e as condições do mercado internacional uma vez a cada mês.
Esse comitê, formado pelo presidente da Petrobras, Pedro Parente, o diretor Financeiro, Ivan Monteiro, e o diretor de Refino, Jorge Celestino, decidirá mensalmente se aumenta ou baixa as tarifas dos combustíveis.
O novo preço será cobrado nas chamadas “portas de refinaria” às distribuidoras. O preço ao consumidor final, na bomba, poderá sofrer alteração.
Segundo a Petrobras, o impacto no preço final depende de decisões de distribuidoras e de postos de combustíveis.
A estimativa é que se essa queda for integralmente repassada, o diesel pode cair até 1,8% ao consumidor final, o que daria R$ 0,05 por litro. Já a gasolina pode cair 1,4%, a R$ 0,05 por litro.
A Petrobras anunciou ainda uma mudança no cálculo que faz para se chegar ao preço cobrado.
Serão levados em conta a paridade internacional (os preços cobrados no exterior), que já inclui custos como frete de navios, transporte interno e taxas portuária.
Uma margem, cujo valor não foi revelado, será adicionada em função dos riscos da operação, como volatilidade do câmbio e tributos. O nível de participação de mercado também será levado em conta.
“A decisão do grupo gestor levou em conta o crescente volume de importações, o que reduz a participação de mercado da Petrobras, e também a sazonalidade do mercado mundial de petróleo e derivados”, informa a empresa em fato relevante.

LUCAS VETTORAZZO
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS)