Juiz fixa fiança de R$ 20 mil a mulher que matou 2 no Templo de Salomão

SÃO PAULO,SP,17.10.2016:MOTORISTA-ATROPELA-7-PESSOAS-TEMPLO-SALOMÃO - Fachada do Templo de Salomão, no Brás, em São Paulo (SP), nesta segunda-feira (17). A motorista Dilza Maria Chianca, de 61 anos, perdeu o controle do veículo e atropelou 7 pessoas no estacionamento do Templo de Salomão, na noite deste domingo (16). Duas mulheres morreram e quatro pessoas ficaram feridas, entre elas, uma criança de 7 anos. A motorista foi presa em flagrante por homicídio culposo e lesão corporal culposa. (Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Folhapress)

ATROPELAMENTO – Dilza Maria Chianca, de 61 anos, foi presa em flagrante após perder o controle do seu veículo que invadiu o templo e matou duas pessoas na zona leste

Nesta segunda (17), o juiz Paulo de Abreu Lorenzino estipulou fiança de R$ 20 mil a Dilza Maria Chianca, 61, que foi presa em flagrante após causar um atropelamento no estacionamento Templo de Salomão, no Brás, na região leste da capital paulista. No acidente, que ocorreu por volta das 18h deste domingo (16), duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas. Ela deixou a cadeia ontem e tem até quarta-feira (19) para pagar a fiança.

Chianca foi indiciada por lesão corporal culposa e homicídio culposo (quando não há intenção) e poderá responder em liberdade. Além da fiança, ela fica proibida de deixar a cidade por período superior a um mês sem autorização prévia, terá de cumprir recolhimento noturno, das 23h30 às 6h, e teve sua carteira de motorista suspensa por tempo indeterminado.

A mulher, que chegava de carro – um Sandero prata – para participar do culto por volta das 18h, perdeu o controle da direção do veículo que manobrava no estacionamento e avançou contra os fiéis que esperavam para entrar no templo.

Em nota, a Igreja Universal informou que sete pessoas foram atropeladas e que imediatamente acionou apoio médico aos feridos. Ao menos 11 equipes dos bombeiros foram ao local para prestar socorro aos feridos.

A policial militar aposentada Iraci da Silva Fabri, 48, e Rosimeire Rodrigues Gunter, 39, chegaram a ser levadas para o Hospital das Clínicas, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Os outros feridos foram encaminhados para hospitais das Clínicas, Tatuapé, Vila Alpina e Ipiranga. As vítimas fatais foram sepultadas nesta segunda-feira (17).

O caso foi registrado no 8º DP (Brás) onde a motorista afirmou à polícia que o carro, que funciona com câmbio automático, sofreu uma pane. Segundo ela, o veículo deu um tranco e acelerou sozinho. A mulher disse que já havia comunicado o problema à concessionária, mas mesmo assim saiu de casa com o veículo.

Localizado no Brás (região central), o Templo de Salomão, com 75.948 metros quadrados, é o maior da cidade. Tem área construída 13 vezes maior que a da Catedral da Sé (5.700 metros quadrados). A edificação é capaz de receber até 10 mil pessoas sentadas e, segundo a Universal, custou R$ 680 milhões.

 

Único jornal diário gratuito no metrô