Mulher de Cunha, Claudia Cruz visita o marido na carceragem da PF

A jornalista Claudia Cruz visitou na manhã desta sexta-feira (21) o marido Eduardo Cunha (PMDB-RJ), detido na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba.
O ex-deputado federal está preso desde quarta-feira (19) por ordem do juiz Sergio Moro. Cunha é acusado de corrupção na Operação Lava Jato.
Na tarde da quinta-feira (20) o advogado Marlus Arns, que defende Cunha e Claudia -também ré na Lava Jato-, disse que a jornalista não visitaria o marido nos próximos dias por causa dos “ânimos exaltados” da sociedade. No dia em que Cunha foi preso advogados foram hostilizados por manifestantes.
Claudia saiu sem falar com os jornalistas. Não houve protestos contra ela.
O escritório de Arns enviou mensagem aos jornalistas dizendo que não comentaria a visita. O advogado tem dito que a defesa do ex-deputado está estudando o caso e em breve deve entrar com um habeas corpus pedindo a liberdade de Cunha.
Na quinta, Cunha recebeu do advogado alimentos e produtos de higiene pessoal. Ele está sozinho numa cela vizinha a de presos por tráfico de drogas. Na outra ponta da ala está o ex-ministro Antônio Palocci.
Cunha tem o benefício de duas horas de banho de sol diários. A Polícia Federal já decidiu que ele não terá contatos com outros presos da Lava Jato. Na Superintendência da Polícia Federal estão presos 11 réus da Lava Jato.