São Paulo vence a Ponte e se afasta da zona de rebaixamento

O São Paulo bateu a Ponte Preta por 2 a 0 no Morumbi neste sábado (22), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro e conseguiu se afastar da zona de rebaixamento.
Os gols do time de Ricardo Gomes vieram aos 10 minutos do primeiro tempo, com Cueva, e aos 36 do segundo tempo, com David Neres —foi o primeiro gol do atacante como profissional.
Com a segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, o São Paulo chegou a 42 pontos e subiu para a 11ª posição, com sete pontos de diferença para o primeiro time na zona de rebaixamento, o Vitória, que tem 35.
O time tricolor pode voltar para a 12ª colocação caso a Chapecoense empate ou vença o Santos, em casa, no domingo (23).
Mesmo com a derrota, a Ponte Preta permanece como 10ª colocada, com 45 pontos.
Na próxima rodada, o São Paulo visita o América-MG na segunda-feira (31). Já a Ponte Preta enfrenta o Sport na quinta-feira (27), na Ilha do Retiro.
O JOGO
Num início de primeiro tempo equilibrado, com as duas equipes correndo muito, mas sem finalizações de perigo, o primeiro lance importante do jogo veio por um deslize da zaga da Ponte.
Aos 10 minutos, Mena e Pedro tabelaram dentro da área, e o lateral cruzou da linha de fundo, mas Fábio Ferreira, num carrinho, cortou com o braço. Na cobrança, Cueva bateu no canto direito de Aranha, que chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol.
Depois do gol, a Ponte Preta tentou dominar o jogo, buscando o empate tanto em contra-ataques quanto em bolas trabalhadas, mas não conseguiu sucesso.
As duas equipes iniciaram um segundo tempo também movimentado, mas sempre esbarrando na zaga adversária. O São Paulo conseguiu exercer domínio no jogo, mantendo a bola sempre na área de ataque, mas ainda pecando nas finalizações.
Uma boa chance dos tricolores veio aos 17 minutos, quando Chaves bateu falta rasteira, e obrigou Aranha a se esticar para mandar a bola para a linha de fundo.
A Ponte Preta cresceu com as substituições e chegou bem ao ataque aos 30, com uma triangulação entre Clayson, Maycon e Reinaldo. O lateral entrou na área, bateu em diagonal e a bola saiu raspando a trave.
Logo em seguida, a Ponte avançou em contra-ataque, e Pottker ficou cara a cara com Denis, mas o goleiro fechou o ângulo e ele chutou para fora.
O São Paulo fechou o placar aos 36, quando Thiago Mendes recebeu de Chavez e chutou na trave. A bola voltou no pé de David Neres, sozinho, que só fez empurrar pra rede.
SÃO PAULO
Denis; Wesley, Rodrigo Caio, Lyanco e Mena; João Schimidt, Thiago Mendes e Cueva; Kelvin (Luiz Araújo), David Neres (Wellington) e Pedro (Chavez). T.:Ricardo Gomes
PONTE PRETA
Aranha, Nino, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Wendel (Galhardo) e Maycon; Rhayner, Clayson (Felipe Azevedo) e Roger (Pottker). T.: Eduardo Baptista
Estádio: Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Gols: Cueva, aos 11 min do 1º tempo; David Neres, aos 36 min do 2º tempo
Cartão amarelo: Roger (P)
Público: 49.673
Renda: R$ 600.541,00

 

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)