Sport vence a Ponte e ganha fôlego em luta contra degola

O Sport conseguiu um respiro em sua luta contra o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta (27), a equipe do técnico Daniel Paulista venceu a Ponte Preta, na Ilha do Retiro, por 1 a 0, com gol de Rogério. O jogo no Recife abriu a 33ª rodada do Nacional.
O triunfo faz com que a equipe pernambucana pule ganhe duas posições e chegue ao 14º lugar. O time pernambucano foi a 40 pontos e passou Coritiba e Internacional, além de abrir cinco pontos de vantagem para o Vitória, primeiro time na zona de rebaixamento. Nesta sexta (28), a equipe baiana visita o Fluminense, no Rio.
A Ponte Preta, por outro lado, viu a vaga na Libertadores ficar mais distante. Com 46 pontos e na 10ª colocação, a equipe paulista tem três pontos a menos que o Corinthians, primeiro time no G6. A equipe corintiana recebe a Chapecoense neste sábado (29).
A etapa inicial foi de poucas oportunidades para Ponte Preta e Sport. As duas mais claras pararam em defesas dos goleiros. Logo aos 12 minutos, Rodney Wallace soltou a bomba de fora da área e obrigou Aranha a fazer boa defesa. Perto do intervalo, aos 42 minutos, Rhayner puxou contra-ataque em grande jogada individual e tocou para Clayson, que bateu forte para a defesa de Magrão.
Logo no início do segundo tempo, o Sport passou a apostar em lançamentos da defesa para Diego Souza, que desviava de cabeça no meio do caminho e a bola sobrava para algum dos atacantes. Na terceira tentativa, o gol saiu.
Matheus Ferraz deu o chutão, o camisa 87 desviou e a bola sobrou para Rogério, que avançou e tocou entre as pernas de Aranha e abriu o placar para o Sport, aos 8 min da etapa final.
Na próxima rodada, o Sport vai a Porto Alegre enfrentar o Grêmio, no dia 6. Um dia antes, a Ponte Preta recebe o Santos, em Campinas (SP).
SPORT
Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê; Rithely, Paulo Roberto (Neto Moura), Diego Souza, Everton Felipe (Ruíz) e Rodney Wallace; Rogério (Apodi). T.: Daniel Paulista
PONTE PRETA
Aranha; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Wendel (Ravanelli) (Zé Roberto) e Maycon; Rhayner (Felipe Azevedo), William Pottker e Clayson. T.: Eduardo Baptista
Estádio: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Árbitro: Jaílson Macedo de Freitas (BA)
Gol: Rogério, aos 8 min do 2º tempo
Cartões amarelos: Samuel Xavier, Rodney Wallace (S), Reinaldo, Wendel e Rhayner (P)
Público: 24.324
Renda: não divulgada

 

Único jornal diário gratuito no metrô