Enem aborda intolerância religiosa; abstenção atinge 30% dos inscritos

static_qr_code_without_logo

Depois do adiamento para mais de 270 mil estudantes devido às ocupações em escolas pelo país, a prova do Enem 2016 terminou neste domingo (6) com um tema de redação considerado polêmico por professores, com alto índice de faltas e com operações da Polícia Federal contra fraudes em oito Estados.

Os candidatos tiveram que escrever sobre “os caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Trata-se de tema controverso em meio à disputa entre evangélicos, católicos e adeptos de religiões de matriz africana – ao mesmo tempo em que simpatizantes do islamismo foram presos sob suspeita de associação com terrorismo antes da Olimpíada do Rio.

A abstenção no Enem deste ano chegou a 30% dos 8,3 milhões de inscritos, a maior desde 2009 – no ano passado, a taxa havia sido de 27,6%. Já 768 candidatos foram eliminados por irregularidades.

Entre os candidatos eliminados, 641 foram por “descumprimento de regras gerais”. Entre os motivos estão descumprimento da regra que exige uso de caneta transparente ou atraso. O uso de detector de metais eliminou 120 candidatos. Sete inscritos foram eliminados por se recusar a fazer o teste de biometria.

Nas operações contra fraudes em 8 Estados, a PF prendeu 11 pessoas que faziam a prova com ponto eletrônico.

O tema da redação foi acompanhado de informações adicionais ao estudante, incluindo um gráfico de reportagem da Folha de 2015 informando que, a cada três dias, há uma denúncia de intolerância religiosa no país. As maiores vítimas são fiéis de religiões como candomblé e umbanda, segundo dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência de 2011 a 2014. Em seguida, aparecem casos contra evangélicos.

O professor de redação André Valente, do Cursinho da Poli, avalia que os candidatos não poderiam negar a questão apontada. “O tema aponta que existe a intolerância e que ela precisa ser resolvida”. A abordagem de temas ligados aos direitos humanos é recorrente na redação do Enem. De 19 edições, 11 tratavam de tema ligado a isso.

Os dez últimos temas da redação do Enem

 

2007: O desafio de se conviver com as diferenças

2008: Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar

2009: O indivíduo frente à ética nacional

2010: O trabalho na construção da dignidade humana

2011: Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado

2012: Movimento imigratório para o Brasil no século 21

2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

2014: Publicidade infantil em questão no Brasil

2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil