Atentado suicida contra mesquita no Afeganistão deixa ao menos 27 mortos

Um atentado contra uma mesquita xiita em Cabul, capital do Afeganistão, deixou ao menos 27 pessoas mortas, segunda autoridades do país.
Faredoon Obiadi, chefe do departamento de investigação criminal da polícia de Cabul, disse que pelo menos outras 35 foram feridas no ataque realizado por um homem-bomba nesta segunda (21).
O Ministério do Interior confirmou em uma declaração que um ataque suicida tinha ocorrido dentro da mesquita Baqir-ul Ulom, no oeste de Cabul.
Obiadi acrescentou que o perpetrador do ataque estava a pé e detonou seu colete suicida entre as multidões dentro da mesquita.
Nenhum grupo até o momento reivindicou responsabilidade pelo atentado.
A violência sectária entre muçulmanos sunitas e xiitas tem sido relativamente rara no Afeganistão, país majoritariamente sunita, mas o ataque desta segunda realça a nova dimensão mortal que a crescente tensão étnica no país poderia trazer ao seu conflito de décadas.
Em julho, mais de 80 pessoas foram mortas após explosões provocadas por dois homens-bomba durante uma manifestação da minoria étnica Hazara em Cabul, capital do Afeganistão. Esse ataque foi reivindicado pela facção radical Estado Islâmico.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)