Fuvest registra 9,2% de abstenção na primeira fase do vestibular 2017

SÃO PAULO, SP. 10.01.2016: VESTIBULAR-FUVEST - Segunda fase do vestibular da FUVEST na Universidade de São Paulo (USP), na tarde deste domingo (10). (Foto: Moacyr Lopes Junior/Folhapress)

static_qr_code_without_logo

A prova da primeira fase da Fuvest 2017 teve 9,2% de abstenção, segundo informações da fundação na tarde deste domingo (27). Dos 136.740 candidatos inscritos para a prova deste domingo, 12.549 faltaram. O índice foi mais baixo do que o registrado na Fuvest 2016: no ano passado, a taxa de abstenção ficou em 9,8% (dos 142.721, 13.922 deixaram de fazer a prova da primeira fase).

A crise de refugiados na Síria e poluição na Baía de Guanabara, no Rio, foram alguns dos temas das questões exigidas nesta primeira fase. O vestibular seleciona alunos para a USP (Universidade de São Paulo) e Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa.

Segundo a estudante Ingra Nanini, 17, a questão sobre refugiados trazia uma foto do corpo do menino sírio Aylan Kurdi, encontrado em uma praia na Turquia em setembro de 2015. “A pergunta falava sobre a banalização da morte. Muitos morrem nessas situações e a gente não pensa que cada pessoa tinha seus sonhos”, diz ela, que disputa uma vaga em design gráfico na USP e fez a prova no prédio da FAU (Faculdade de Economia e Administração), na Cidade Universitária, zona oeste da capital paulista.

Os candidatos tiveram que fazer neste domingo 90 questões de múltipla escolha sobre todas as disciplinas do ensino médio. Matemática, física e química foram as mais exigentes, segundo a estudante Francesca Couto e Rosa, 17. Ela está no 2º ano do ensino médio e fez a Fuvest como treino. “Muitas questões tinham conteúdo que eu nunca vi”, diz.

A prova também abordou livros como Vidas Secas (de Graciliano Ramos), Memórias Póstumas de Brás Cubas (de Machado de Assis) e Iracema (de José de Alencar). “Tinha que ter lido o livro pra responder, se fosse só um resumo não adiantaria”, disse Felipe Tamaki, 17, em busca de uma vaga de arquitetura.

A prova começou às 13h. Este ano, 136.736 candidatos se inscreveram no vestibular. Eles disputam 8.854 vagas, sendo 8.734 de cursos da USP e 120 da Medicina da Santa Casa. O resultado da primeira fase será divulgado no dia 19 de dezembro. As provas da segunda fase serão realizadas nos dias 8, 9 e 10 de janeiro de 2017. Além da Fuvest, a USP também vai escolher parte de seus alunos pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Único jornal diário gratuito no metrô