Uso de celular aumenta o número de acidentes na linha 4-amarela do metrô

Os acidentes envolvendo passageiros na linha 4-amarela (Luz-Butantã) do metrô aumentaram em dois anos. E o grande vilão é o telefone celular, de acordo com levantamento realizado pela concessionária ViaQuatro.
Segundo o estudo, em 2015, a média mensal de acidentes era de 16,3. Este ano, passou para 23,9. Em 2016, a média era de 20,8.

Todos são casos que precisaram de atendimento médico. Ler ou digitar no celular estão entre as atividades que mais causam os acidentes nas estações da linha 4-amarela.
Tropeços e esbarrões, principalmente nas escadas e nas plataformas das estações, durante o embarque e o desembarque, lideram os acidentes, segundo o estudo da ViaQuatro.

O levantamento foi feito com base nos registros das ocorrências nos postos médicos.
“Quando um passageiro é atendido pelas nossas equipes, fazemos um relatório detalhado sobre o que ocorreu. Por isso conseguimos obter esta estatística, que nos alertou sobre a necessidade de conscientização sobre o uso do celular”, diz o gestor de atendimento da ViaQuatro, José Luiz Bastos.
A maioria dos acidentes causa ferimentos leves. “Quando estão andando ou correndo e olham para o celular, para digitar ou ler, os passageiros se distraem e acabam tropeçando ou esbarrando em outras pessoas. Mudar este comportamento pode ajudar muito na segurança das nossas estações”, afirma Bastos.

CAMPANHA

Com o objetivo de prevenir os acidentes, a concessionária lançou ontem uma campanha, colocando adesivos de alertas nas principais escadas rolantes das estações Pinheiros e Luz, duas das mais movimentadas da linha.
No total, serão cem escadas adesivadas ao longo de toda a linha. Também serão colocados painéis e cartazes. Além disso, um grupo de atores fez intervenções artísticas nas estações.
Uma das principais dicas para prevenir acidentes envolvendo celular nas estações de metrô é evitar olhar e digitar no aparelho celular ao caminhar ou correr.

“Se for impossível não usar o celular, é mais seguro parar um pouco em um lugar menos movimentado da estação e depois seguir a viagem”, afirma o gestor de atendimento da ViaQuatro, José Luiz Bastos.
Outra orientação é usar o corrimão nas esteiras e as escadas, fixas e rolantes. Dentro dos trens, é aconselhável sempre segurar nas barras de apoio para evitar acidentes durante a aceleração ou freio.
Muitos passageiros utilizam as duas mãos para manusear o celular e ficam distraídos. É importante também ficar atento ao sinal sonoro de abertura e fechamento das portas.

DISTRAÇÃO

O analista de atendimento Bruno Vieira, 29 anos, usuário assíduo da linha 4, ficou impressionado com a quantidade de acidentes envolvendo celular e aprovou a campanha de conscientização. “Na correria, a gente acaba se distraindo com o celular e não percebemos os acidentes. Eu já vi muitos tropeções e esbarrões.”
“Precisamos saber usar melhor o celular, respeitando os outros passageiros”, disse o músico Júlio Oliveira, 65 anos, que já presenciou acidentes por causa da distração de passageiros.

Foto: Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas