Por recomendação médica, Temer cancela nova viagem presidencial

O presidente Michel Temer cancelou viagem que faria a Alagoas na quarta-feira (20) para a entrega de moradias do programa federal “Minha Casa, Minha Vida”.
Por recomendações médicas, o peemedebista permanecerá em Brasília e deve viajar até o final da semana para São Paulo para fazer reavaliação da sonda urinária colocada após cirurgia para desobstrução da uretra.
O presidente recebeu alta do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, na última sexta-feira (15). A expectativa é de que ele utilize a sonda por três semanas.
Por conta do procedimento cirúrgico, também foi cancelada viagem que ele faria à Ásia no início de janeiro. Por enquanto, está mantida a participação dele no Fórum de Davos, marcado para o final do mês que vem.
Na semana passada, o médico Roberto Kalil Filho afirmou que viagens de longa distância podem ser desconfortáveis para pacientes com a condição do presidente.
Segundo ele, o peemedebista notou no início de dezembro “que o jato urinário começou a se enfraquecer”, apresentando dificuldades de urinar.
O procedimento para contornar o problema foi considerado bem sucedido, mas, de acordo com a equipe médica, “há sempre o risco” de o problema retornar.

(Folhapress)
Foto: Divulgação