Homem quebra ambulâncias com taco em base do Samu em SP

Um homem invadiu nesta quarta-feira (10) a base do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Perus, na zona norte de São Paulo, e destruiu duas ambulâncias com um taco de beisebol. Ele também atirou uma pedra na porta da base onde os oito funcionários da unidade se protegeram. Ninguém ficou ferido.
Segundo funcionários que preferiram não se identificar, duas equipes do Samu estavam na base quando o homem pulou o muro dos fundos por volta das 11h30 e, com o taco na mão, quebrou todos os vidros da ambulância e parte dos equipamentos que ficam dentro do veículo.
Funcionários disseram que o homem, que mora em uma comunidade que fica atrás da base, reclamava da demora para atender um chamado que teria feito para socorrer um familiar que havia caído. Porém, funcionários disseram que não houve demora no atendimento.
“No mesmo momento que a chamada chegou para a gente o homem pulou o muro e começou a destruir tudo”, disse um funcionário.
A Polícia Militar foi chamada, mas, quando chegou, o homem já havia fugido.
A Secretaria Municipal de Saúde, da gestão João Doria (PSDB), responsável pelo Samu, confirmou o ataque e também negou demora no atendimento.
Segundo a secretaria, a central do Samu recebeu chamado às 11h22 para atender à ocorrência de queda de um homem de 50 anos próximo à base Perus. “A ambulância foi acionada imediatamente, porém, a invasão pelo desconhecido impediu o atendimento”.
A secretaria disse que a substituição das ambulâncias por outras da reserva técnica já foi providenciada. Disse ainda que não há prejuízo ao atendimento, pois as bases vizinhas darão suporte.

(Folhapress)
Foto: Divulgação/Prefeitura SP