De olho na eleição na Câmara, Bruno Covas troca secretário da Casa Civil

Após uma série de trocas no primeiro escalão da prefeitura depois da vitória do ex-prefeito João Doria (PSDB) ao cargo de governador, o prefeito Bruno Covas nomeará na segunda-feira, 26, um novo secretário da Casa Civil. O vereador João Jorge (PSDB), atual líder do governo na Câmara Municipal de São Paulo e presidente do PSDB municipal, deverá ocupar o cargo. O atual secretário, o também vereador Eduardo Tuma (PSDB), deverá voltar à Câmara já tido como o principal nome para assumir a presidência do Legislativo no ano que vem.

Tuma foi para a articulação política da prefeitura após o Executivo sofrer uma derrota, em março, e não conseguir aprovar a reforma da Previdência municipal. Ele conta com o apoio do atual presidente, Milton Leite (DEM), que não poderá mais se reeleger e vem fazendo campanha aberta a seu favor.

Na semana passada, ele chegou a afirmar que Tuma teria ao menos 42 dos 55 votos necessários dos vereadores para assumir o cargo. “Essa é a razão da volta dele”, disse João Jorge, que assume o cargo na segunda. “Ele volta para se preparar para a eleição da nova Mesa Diretora, que está marcada para o dia 15 (de dezembro).”