Região da Barra Funda é líder em mortes no trânsito de São Paulo, aponta estudo

A região da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, é a líder em mortes no trânsito da capital. Perdizes, também na zona oeste, tem a menor proporção da cidade. Isso representa uma desigualdade de 25 vezes.

É o que aponta o Mapa da Desigualdade de 2018, publicado nesta quarta-feira, 28, pela Rede Nossa São Paulo, com dados referentes ao ano passado. O estudo apresenta os números por distrito e revela a diferença (“desigualtômetro”) entre o melhor e o pior índice da capital.

Enquanto o índice da Barra Funda é de 44,9 acidentes fatais de trânsito por 100 mil habitantes, em Perdizes essa proporção é de 1,7 morte. O número da Barra Funda é sete vezes superior à meta estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU), que em 2017 fixou a taxa de 6 mortos a cada 100 mil habitantes.

O Mapa da Desigualdade é uma publicação divulgada desde 2012. O levantamento traz dados sobre os 96 distritos em relação a 53 indicadores nas áreas da administração pública. Utilizando fontes públicas e oficiais, o Mapa contribui para a elaboração de políticas públicas com o objetivo de reduzir desigualdades em São Paulo.

O coordenador da Rede Nossa São Paulo, José Américo Sampaio, diz que a diferença pode ser explicada com base no perfil de cada distrito. A Barra Funda é uma região com vias expressas, nas quais os carros atingem velocidades mais altas, enquanto Perdizes é uma região residencial com pouco comércio e ruas onde os veículos rodam com velocidade mais reduzida. Embora os dados do Mapa não apontem uma causa, ele afirma que há algumas hipóteses que ajudam a apontar as causas.

“A Barra Funda tem número de carros e transporte coletivo muito superior ao distrito de Perdizes. É um eixo de deslocamento de massa na cidade. Também tem uma concentração muito grande de empregos, então há um deslocamento muito grande de gente principalmente nos horários de pico, às 9h e às 18h. Além disso, a Barra Funda também concentra muitas baladas, teatros e casas de show”, avalia Sampaio.

O distrito da Barra Funda também lidera em número de empregos. Na região, há 59 postos de emprego formal para cada 10 habitantes em idade ativa (idade maior ou igual a 15 anos). Em Cidade Tiradentes, na zona leste, há apenas 0,2 posto de emprego formal para a mesma proporção. A desigualdade é de 246 vezes. O dado revela que há uma forte concentração de postos de trabalho na região central da cidade na relação com as áreas periféricas.

 

Foto:Renato S. Cerqueira AE