#EmCasaComSesc apresenta show de Andreas Kisser

A série Música #EmCasaComSesc inaugurou uma nova fase: agora, as apresentações acontecem em lives transmitidas da casa dos músicos ou diretamente dos palcos das unidades do Sesc, ainda sem a presença de público e seguindo todos os protocolos de segurança. Com a mudança, o Sesc São Paulo passa a acolher shows com formações maiores, que contarão com os recursos do palco para a transmissão. O formato híbrido, com a manutenção dos shows que acontecem no ambiente domiciliar, permite que a série continue oferecendo encontros com músicos de outros estados e com artistas em condições de maior vulnerabilidade ao coronavírus. Ao mesmo tempo, ao abrir as portas dos palcos do Sesc, dá-se oportunidade a mais profissionais para realizarem seu trabalho, ajudando   a estimular o setor cultural. As apresentações seguem no mesmo horário, 19h, no Instagram Sesc Ao Vivo e no YouTube Sesc São Paulo.

Neste sábado (17), é dia de rock no palco do Sesc Pompeia, que recebe a banda Kisser Clan. Um dos projetos paralelos do guitarrista Andreas Kisser (Sepultura), no qual toca e canta clássicos do rock ‘n’roll e do heavy metal, ao lado de seu filho Yohan Kisser (guitarra e voz) e dos músicos Amilcar Christófaro (baterista), Gustavo Giglio (baixista) e Renato Zanuto (tecladista). Durante a live, a banda mostra composições de grupos como Black Sabbath, The Beatles, Van Halen, Metallica, AC/DC, Judas Priest, Slayer e Iron Maiden, que inspiram as vidas e as carreiras de seus integrantes, a exemplo de “Master Of Puppets” (Cliff Burton, James Hetfield, Kirk Hammett, Lars Ulrich), “Mandatory Suicide” (Jeff Hanneman, Kerry King, Tom Araya), “Mr Crowley” (O. Osbourne, R. Daisley, R. Rhoads) e “Rock And Roll All Night” (Gene Simmons, Paul Stanley). Kisser Clan foi destaque do palco Rock Distric, do Rock in Rio, nos anos de 2017 e 2019.

A programação de shows na internet do Sesc São Paulo está no ar desde 19 de abril com apresentações de importantes nomes da música brasileira, nos mais variados estilos. Até aqui, já foram 170 shows pela série, atraindo uma audiência de 4,76 milhões de espectadores, com os artistas Zeca Baleiro, Chico César, a dupla Fernanda Takai e John Ulhoa da banda mineira Pato Fu, Roberta Sá, Paulo Miklos, João Bosco, Zélia Duncan, Hamilton de Holanda e Mestrinho, Rael, Mônica Salmaso e Teco Cardoso, Davi Moraes e Pedro Baby, Hélio Ziskind, Siba, Luciana Mello e Jair Oliveira, Marcelo Jeneci, , Arnaldo Antunes com Vitor Araújo, entre outros.

Teatro

A programação de Teatro #EmCasaComSesc também tem sido realizada com os atores e as atrizes ocupando os palcos das unidades do Sesc, além das apresentações transmitidas das casas dos artistas. Com a mudança, o Sesc São Paulo passa a acolher versões de espetáculos com estruturas maiores, que contarão com os recursos do palco para a transmissão. Nesta nova fase, os teatros receberão as peças sem a presença do público e dentro de todos os protocolos de segurança. Em novo horário, mais cedo, às 21h, a série terá apresentações aos domingos, quartas e sextas.

O formato híbrido, com a manutenção das transmissões realizadas da casa dos artistas, permite que a série continue oferecendo encontros com nomes de outros estados e com atores e atrizes em condições de maior vulnerabilidade ao coronavírus. Ao reabrir as portas dos palcos do Sesc, dá-se oportunidade a mais profissionais para realizarem seu trabalho, ajudando a estimular o setor cultural.

Neste domingo (18), a atriz Iléa Ferraz apresenta diretamente de sua casa a peça “O Cheiro da Feijoada”, de Thomas Bakk. Permeada de canções interpretadas por Iléa, com trilha sonora executada por Pedro Lima e composta de sambas, xotes e funks, a montagem traz uma preta-velha lavadeira que, enquanto lava roupas, relembra uma feijoada que foi feita no tempo da escravidão, trazendo à tona fatos da história do Brasil e da formação do povo brasileiro. A atriz dirige e interpreta sete personagens neste monólogo. Classificação: livre para todos os públicos.