Preço alimentos cresceu muito e não foi por causa de imposto estadual, diz Doria

Foto: Daniel Teixeira/AE

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), pediu para que os questionamentos sobre a alta dos alimentos também fossem direcionados ao ministro da Economia, Paulo Guedes “Nós estamos em um processo inflacionário, o preço de todos cresceu e muito ao longo desses meses, e não foi por causa de nenhum imposto estadual”, provocou o governador paulista ao comentar sobre o aumento dos preços.

Nos últimos meses, o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) tem sido um dos principais motivos de críticas do presidente da República, Jair Bolsonaro, aos governadores, principalmente ao governador paulista.

Em diversas oportunidades, ao ser questionado por apoiadores sobre as altas de preços nos alimentos e combustíveis, Bolsonaro pediu que governadores fossem cobrados sobre o tema.

Em uma de suas conversas com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, o presidente, ao acusar Doria de aumentar impostos durante a pandemia, disse que o Estado dava um “péssimo exemplo”

Apesar de a reforma fiscal aprovada no último ano em São Paulo não permitir a taxação de produtos da cesta básica, Bolsonaro afirmou que “São Paulo aumentou barbaramente (imposto sobre) produto da cesta básica, lamentavelmente. Uma barbaridade”.

Em adição aos impostos da cesta básica que não tiveram alteração, Doria anunciou nesta quarta-feira que vai zerar a cobrança de tributos sobre o leite pasteurizado e reduzir pela metade a alíquota sobre a carne de boi, porco e frango.