Bolsonaro sente dores abdominais e é internado em hospital de Brasília

Na madrugada desta quarta -feira (14), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi levado ao Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, após sentir fortes dores abdominais e soluços constantes. O presidente deu entrada no hospital às 5h para realização de exames e, segundo nota oficial do palácio, deverá ficar em observação de 24h a 48h, não necessariamente no hospital.

Na manhã de hoje (14), o presidente participaria, às 8h, de uma reunião do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da covid-19 e às 10h, no Palácio do Planalto, do lançamento de um programa intitulado Ações para o Novo Ensino Médio. Todas as reuniões foram canceladas em razão da internação.   

A nota publicada pela Secretaria de Comunicação, esclarece que a entrada do presidente ao hospital se deu, principalmente, para investigação dos soluços insistentes, mas apesar disso, passa bem e está animado.

Nota do Planalto na íntegra:

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, por orientação de sua equipe médica, deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, nesta quarta-feira (14) para a realização de exames para investigar a causa dos soluços.

Por orientação médica, o presidente ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. Ele está animado e passa bem.

Secretaria Especial de Comunicação Social

Secom/MCom