Artesp lança data room para concessão do trecho Norte do Rodoanel

A partir desta terça-feira (20), estão à disposição da iniciativa privada e interessados em geral, todas as informações sobre o projeto de concessão do trecho norte do Rodoanel Mario Covas (SP-021). O data room dará aos interessados acesso a toda documentação, levantamento de dados de tráfego, projetos executivos, estudos referenciais de viabilidade e socioambientais, entre outros.

Para acessar o Data Room, as empresas devem enviar uma mensagem para o endereço eletrônico [email protected], com o título/assunto: “Acesso ao Data Room | Concessão Rodoanel Norte”, com o nome completo, empresa e endereço de e-mail de todos os que desejam ter acesso à plataforma. Os usuários receberão uma confirmação por e-mail, para registro, em até um dia útil após envio da solicitação.

“Avançamos mais um passo nesta que é a maior obra logística do país, com potencial para impactar positivamente o crescimento da economia de São Paulo, promovendo melhorias no escoamento dos seus produtos industriais, comércio e agronegócio”, destaca o diretor-geral da ARTESP, Milton Persoli.

É fundamental destacar que a consulta pública encerrada no último dia 30 teve uma expressiva participação da sociedade civil, rendendo 148 sugestões. Outras 17 contribuições já tinham sido recebidas durante a audiência pública, realizada virtualmente no próprio dia 28 de maio, em decorrência da pandemia.

Licitação

Poderão participar da licitação entidades nacionais ou estrangeiras de diversos tipos, como fundos de investimentos, instituições financeiras, operadores de infraestrutura dentre outros, seja de forma individual ou em consórcio. O vencedor será responsável por concluir o trecho norte do Rodoanel, com 44 quilômetros de extensão e operá-lo por 30 anos. 

A publicação do edital, na modalidade de Concorrência Pública Internacional, deve ocorrer ainda no segundo semestre de 2021. 

Este projeto conta com a assessoria da International Finance Corporation (IFC), membro do Grupo Banco Mundial e está sendo estruturado com apoio financeiro da PSPInfra, uma parceria entre o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a IFC, para melhorar a prestação de serviços públicos no Brasil por meio do desenvolvimento de infraestrutura, com a participação do setor privado. A PSPInfra apoia a estruturação e a implementação de projetos inovadores no Brasil, alinhados aos melhores padrões nacionais e internacionais.