Caminhos para a Cidadania apresenta agenda de Educação Financeira

A constatação de que 43% das crianças do Brasil não têm acesso a nenhum tipo de educação financeira, despertou uma oportunidade para o Caminhos para a Cidadania: apresentar uma diversificada e divertida agenda sobre o tema, para ilustrar, cuidadosamente, o valor da inteligência financeira dentro da sala de aula.   

Quando pensamentos em economia e finanças, automaticamente nos vêm à cabeça muitos números, certo? Mas, este processo vai muito além da matemática, para encontrar o aspecto de ciência humana que também rege o conceito de finanças. E a missão de dar luz à dimensão comportamental da ideia de finanças será ancorada pelo Caminhos, sob a supervisão do  Instituto CCR – braço de gestão social do Grupo CCR. Na via Dutra, o programa é apoiado pela CCR NovaDutra.

“Ao abordar conceitos relacionados à economia e responsabilidade financeira, é necessário ter um foco interdisciplinar, já que o tema perpassa por questões históricas, políticas, psicológicas e inclusive relacionadas ao consumo consciente e responsabilidade ambiental”, explica Ariane Teles, coordenadora do programa dentro do Instituto CCR.


– Por este motivo, a educação financeira é uma necessidade social, que envolve não somente as finanças de um indivíduo, mas também toda uma forma de comportamento coletivo, que certamente impacta nas políticas públicas de uma sociedade, completa.

A partir da Base Nacional Comum Curricular, o Caminhos criou cinco passos para os professores conduzirem a temática de finanças tocando no aspecto comportamental dos alunos. O percurso atravessa as noções de
1) Sensibilização 2) Levantamento e Informação 3) Mão na Massa 4) Consolidação e 5) Avaliação.

– Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o conceito de educação financeira resume o processo que permite melhorar a compreensão em relação aos produtos e serviços financeiros, empoderando o cidadão para que seja capaz de fazer boas escolhas partindo do princípio de que ele está bem-informado. Confira as atividades propostas pelo Caminhos, neste link

Fonte de conhecimento

A pesquisa citada acima intitula-se: “A Importância da Educação Financeira nas Escolas”, e foi conduzida nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Goiânia-GO e Vitória-ES, com objetivo de uma perspectiva nacional para o tema. O estudo foi conduzido pelo Instituto Axxus – que é uma startup com sede no Parque Científico e Tecnológico da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

O Instituto CCR já ultrapassou a marca de 160 milhões de reais convertidos em inclusão social. Só em 2020, o legado contabiliza 39 iniciativas, em 115 cidades, beneficiando 2,5 milhões de brasileiros. Os indicadores estão no Relatório de atividades.