Metrô inicia escavação do primeiro túnel da ampliação da Linha 2-Verde

O Metrô iniciou nesta terça-feira (12) a escavação do primeiro túnel da ampliação da Linha 2-Verde que vai chegar até a Penha. As atividades são feitas na futura estação Santa Isabel que ficará na região da Vila Carrão.

O túnel terá 24,4 metros de altura e 35,6 metros de comprimento para fazer a ligação do poço – implantado ao lado da Avenida Guilherme Giorgi – com a via e as plataformas de embarque que serão construídas sob o leito da avenida e vão ser escavados pelo método NATM, que é o método austríaco de construção de túneis.

A construção do poço ao lado de onde ficará a estrutura principal da estação (plataformas e vias) foi adotada pelo Metrô para evitar a interdição da via por onde trafegam veículos e pedestres. Para isso, ele foi construído ao lado da avenida para que seja possível chegar ao subsolo com máquinas e materiais e a escavação sob a avenida seja feita sem interrupção do tráfego.

Também será por esse poço – de 37 metros de diâmetro e 40 de profundidade – que serão construídos os acessos da estação com escadas rolantes. O novo túnel vai ligar esses acessos às plataformas. Uma solução parecida foi aplicada pelo Metrô na construção da estação São Paulo-Morumbi da Linha 4-Amarela, onde a via e as plataformas ficam sob a avenida Francisco Morato e o poço de acesso está ao lado, com um túnel fazendo a ligação.

Localizada na Avenida Guilherme Giorgi, próximo à Rua Angoera, a futura Estação Santa Isabel vem sendo construída em uma área de 7,5 mil m² e será a quinta estação do novo trecho da Linha 2, após a Vila Prudente. Diariamente deverão passar mais de 13 mil passageiros por essa estação que terá sete níveis internos, conectados por 21 escadas rolantes e quatro elevadores.

O novo trecho da Linha 2-Verde terá 8,4 km de extensão e oito estações, da Vila Prudente à Penha, beneficiando a mais de 400 mil passageiros por dia. Quando pronto, a Linha 2 passará a ter 23 km de extensão e 22 estações de Vila Madalena à Penha.