Governo de SP retoma em agosto operação do tatuzão para obras da Linha 6-Laranja do Metrô

Foto: Governo do Estado de SP

O governador Rodrigo Garcia visitou nesta quinta-feira (21) as obras da Linha 6-Laranja do Metrô, na futura estação Santa Marina, e anunciou para agosto a retomada da operação da tuneladora ou TBM, popularmente conhecida como tatuzão, pela concessionária Linha Uni. Os trabalhos foram interrompidos após o acidente no Poço de Ventilação da Linha-6 Laranja de metrô e do rompimento da tubulação de esgoto ao lado das obras.

“Fiz uma visita ao túnel que passa embaixo do rio Tietê, onde teremos em agosto o reinício da perfuração do tatuzão no sentido centro e, até o início de novembro, o início da perfuração da obra da Linha-6 no sentido norte”, disse Rodrigo. “Apesar do incidente que tivemos no início do ano, a obra não parou, outras frentes foram fortalecidas para que mantivéssemos a obra nesse cronograma e a nossa expectativa é que ao final de 2025 a Linha das Universidades já possa estar servindo mais de 600 mil passageiros todos os dias”, completou o governador.

Os trabalhos na Linha 6-Laranja já geram aproximadamente nove mil empregos diretos e indiretos, número 82% maior do que o registrado no início do ano, de cerca de cinco mil empregos.

Deste total de trabalhadores nas obras civis, mais de 460 são mulheres, das quais 300 exercem atividades como pedreiras, auxiliares de movimentação de carga, motoristas de caminhão, ajudantes de laboratório, operadoras de ponte rolante, eletricistas, auxiliares de produção, engenheiras e técnicas. Elas participaram do programa Mulheres na Construção, realizado pela ACCIONA Construcción, responsável pelas obras.

O programa, além de contratar, também oferece capacitação profissional certificada em parceria com o Senai e a Escola da Movimentação. A iniciativa acaba de completar um ano e está aberta para pessoas com ou sem experiência, engenheiras recém-formadas ou profissionais técnicas, com o objetivo de incrementar a participação feminina na linha operacional e lideranças dos canteiros.

“É uma satisfação poder comemorar esses números. Como a maior obra de infraestrutura da América Latina, a Linha Uni tem colaborado para diminuir a taxa de desemprego no Brasil, criando oportunidades para milhares de profissionais”, afirmou o CEO da Linha Uni, Nelson Bossolan.

Atualmente, a Linha 6-Laranja conta com 35 frentes de trabalho ativas ao longo dos 15 quilômetros de extensão e ligará, em apenas 23 minutos, o bairro da Brasilândia ao centro da cidade, por meio de 15 estações. A previsão é que a nova linha seja responsável pelo transporte de mais de 630 mil passageiros por dia.

Estação Santa Marina

Dentre as frentes de trabalho em andamento, a construção da futura estação Santa Marina, em Água Branca, é a mais adiantada. No local, onde foram escavados mais de 126 mil metros cúbicos, cerca de 40% das obras já estão concluídas. Para isso, foram utilizados mais de 25 mil metros cúbicos de concreto e 3.886 toneladas de aço.

A estação terá 28 metros de profundidade e contará com três acessos, facilitando o trajeto para pontos de interesse como a Academia de Futebol Palmeiras, Centro de Treinamento São Paulo FC – Barra Funda e Universidade Paulista (UNIP).

Único jornal diário gratuito no metrô