Share
Polícia encontra cemitério clandestino  e não descarta envolvimento do PCC

Polícia encontra cemitério clandestino e não descarta envolvimento do PCC

A Polícia Civil de São Paulo informou que descobriu, na manhã desta segunda-feira (9), um cemitério clandestino no município de Mauá, na Grande São Paulo. O local seria usado por criminosos para enterrar homens e mulheres assassinados em razão de desavenças.

A suspeita é de que a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) tenha ligação com esse cemitério clandestino. Segundo a polícia, a suspeita é de que haja, no local (uma área de mata), ao menos quatro corpos enterrados recentemente.
Segundo o delegado Antônio José Pereira, titular da 1ª Delegacia Patrimônio (Investigações de Roubo e Latrocínio), as mortes aconteceram no final do mês passado. As informações sobre as mortes surgiram durante investigação sobre roubo.

“Todos teriam sido executados e enterrados na mesma vala em uma área no Jardim Itasussu. Os investigadores estão no local. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal de Mauá foram acionados”, afirmou o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), por meio de nota. Ainda de acordo com o Deic, delegados foram ao local para ajudar na apuração dos fatos. “Deve demorar a retirada dos corpos”, informou a Polícia Civil.

Deixe seu Comentário