Share

João Doria pede à bancada do PSDB na Câmara que ajude governo Bolsonaro

O governador eleito de São Paulo, João Doria, afirmou nesta quarta-feira, 7, que “o PSDB, agora, vai ter lado e não ficará mais em cima do muro”. O recado de Doria foi dado em almoço com a bancada do PSDB na Câmara, em Brasília, quando ele pediu aos deputados que aprovem a reforma da Previdência, se possível ainda neste ano, e ajudem o presidente eleito, Jair Bolsonaro, a governar.

Na contramão de Geraldo Alckmin – candidato derrotado à Presidência, que prega a oposição do PSDB a Bolsonaro -, Doria disse aos tucanos que o partido precisa pensar no futuro e, mesmo sem fazer parte do governo Bolsonaro, auxiliar o capitão reformado do Exército no Congresso. Ainda nesta quarta-feira, o governador eleito vai se encontrar com Bolsonaro.

Presidente do PSDB, Alckmin esteve em Brasília nesta terça e quarta-feira, mas não participou do almoço com Doria e a bancada O movimento de Alckmin é para articular um polo de resistência à hegemonia de Doria sobre o partido. Nessa iniciativa, ele conta com o apoio dos senadores Tasso Jereissati (CE) e José Serra (SP), entre outros.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), eleito deputado, e o governador reeleito de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), também estiveram no almoço desta quarta-feira com Doria.

Deixe seu Comentário