Share
Ponte interditada da via Dutra na capital passa por testes de carga

Ponte interditada da via Dutra na capital passa por testes de carga

A G2O Gerenciamento e Obras LTDA., responsável pela obra emergencial da Ponte da Dutra, realiza nesta sexta-feira (8), sábado (9) e domingo (10) testes de carga para verificar se a estrutura apresenta algum problema adicional, após o rompimento da viga. O secretário Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, Vitor Aly, acompanhou os trabalhos.

Foram usados caminhões em dois tipos de testes para avaliar o comportamento da estrutura conhecidos como: dinâmico e estático. No primeiro os veículos se deslocam em velocidade fixa. Já no estático os caminhões ficam parados no vão central.

Para medir o comportamento da estrutura, foram instalados sensores ao longo da pista e nos pilares que, por meio de um sinal elétrico, captam eventuais deformações na ponte. Essas informações são importantes para definir, por exemplo, se há a necessidade de reforçar a estrutura no projeto que está sendo desenvolvido para recuperação da ponte.

Além da obra emergencial, também está sendo feito pela Concremat Engenharia e Tecnologia o laudo estrutural, que irá apontar quais são as obras complementares necessárias. A empresa tem até quatro meses para concluir os trabalhos na ponte que foi interditada pela Prefeitura, no dia 24 de janeiro, após a constatação do rompimento de uma viga.

Nove empresas estão realizando em 16 pontes e viadutos da cidade laudos estruturais, uma espécie de radiografia de cada uma das estruturas. Desde que os trabalhos foram iniciados em janeiro, a Prefeitura interditou parcialmente a Ponte da Freguesia do Ó e a da Casa Verde, além da Ponte da Marginal do Tietê que dá acesso à Dutra, que foi totalmente interditada após a constatação do rompimento de uma viga. Todas as medidas adotadas visam garantir a total segurança da população.

Foto: PAULO LOPES/FUTURA PRESS

Deixe seu Comentário